e

SECRETARIA

DE ESTADO

DA CULTURA

apresentam

Protagonistas do Projeto

episódio 1
 

Aldeia Mbya Guarani
Tekoa Guaviraty Porã

Os índios Mbya Guarani, visitados pelo Gema, moram desde o ano de 2012 na Aldeia Tekoa Guaviraty Porã (Terra da Guabiroba), localizada em Santa Maria. Foi lá que nos transmitiram o seu carinho, suas palavras entoadas. Para eles, tudo se baseia na sonoridade: suas vidas, o mais profundo respeito entre as pessoas e a educação. Ela surge da música. Ou seja, do som da vida.

Confira aqui o registro completo.

episódio 2
 

Bonitinho

O guitar hero dos pampas. Juliano Trindade ‘Bonitinho’ é músico dos bailes que animam salões e CTGs por todo o território sul-rio-grandense. Em um universo musical repleto de gaiteiros e violonistas, tem como instrumento sua guitarra, suingada, ‘no talo’.
Gosta de distorção, som alto, wah-wah. Jazz, bossa-nova, Pepeu Gomes e Santana.

Confira aqui o registro completo.

episódio 3
 

Maçambique de Osório

O Maçambique de Osório é um dos grupos tradicionais mais antigos do Rio Grande do Sul, sendo citado em livro de Dante de Laytano ainda no século XIX. É um grupo formado por negros devotos de Nossa Senhora do Rosário, que cantam, dançam e tocam em seu louvor. Desde a década de 1980 sua música vem sendo apropriada por outros artistas e desta forma sendo difundida nos festivais de música regionalista, sem que nunca a comunidade tenha sido creditada ou lembrada por tal.

Confira aqui o registro completo.

episódio 4
 

Regional do Ibicuí

Distante cerca de 50 km do centro de Santana do Livramento, no Quilombo Ibicuí da Armada, negros quilombolas, todos de sobrenome ‘Vaqueiro’, mantém, há muitos anos a tradição da gaita, herdada dos tropeiros que por ali passavam. Com alguns vizinhos, formaram o ‘Regional do Ibicuí’, conjunto constituído por gaita, pandeiro e agê. Assim animam os bailes da comunidade.

Confira aqui o registro completo.

episódio 5
 

Bandinha Típica Alemã Goela Seca

A Bandinha Típica Alemã Goela Seca, da cidade de Feliz, foi formada na década de 1970 pelo Sr. Cacildo Eidt. É composta por saxofone, trombone, trompete, surdo, agê e acordeon, tocado de forma bem diferente da música nativista gaúcha. Faz parte da banda também um curioso instrumento, o ‘berimbau do vovô’, construído pelo próprio Cacildo.
Sua música é festiva, e seus integrantes se realizam alegrando seu público, animando bailes de chopp, kerbs e festas locais.

Confira aqui o registro completo.

episódio 6
 

Adelar Bertussi

Um dos maiores gaiteiros do Brasil. Foi no Rincão da Mulada, em Criúva, distrito no interior da cidade de Caxias do Sul, que Adelar começou a tocar, junto com seu irmão Honeyde. Foi o responsável por introduzir a bateria na música gaúcha de baile. É um dos maiores divulgadores do bugio, ritmo genuíno do Rio Grande do Sul, com origens indígenas.

Confira aqui o registro completo.

episódio 7
 

Antônio Carlos de Xangô

Um dos mais velhos pais-de-santo do Rio Grande do Sul. Possui filhos-de-santo espalhados por todo o território mundial. É dono de uma voz ancestral, carregada de conhecimento. Em sua época de alabê, o ritmo era mais cadenciado, mais lento: talvez por ter sido uma época em que a comida não tinha tanto agrotóxico”, reflete.

Confira aqui o registro completo.

episódio 8
 

Luis Vagner

Guitarreiro, suingueiro, cantor e compositor. Gaúcho de Bagé, foi para Porto Alegre no início da década de 1960, época em que o Movimento Tradicionalista Gaúcho ganhava força pelo interior do estado. Na capital, montou seu primeiro conjunto de rock’n roll. Alguns anos depois, transitando entre São Paulo e Rio de Janeiro, foi um dos responsáveis, junto com Bedeu e Pau-Brasil, pela criação do suíngue, hoje chamado apenas de ‘samba-rock’.

Confira aqui o registro completo.

episódio 9
 

Mestre Paraquedas

Mestre griô, contador de histórias, artista plástico, pesquisador e compositor. Para falar do samba e do carnaval em Porto Alegre
é obrigatório falar em Paraquedas. Fundou diversos blocos e a escola Samba Puro. Faz alegorias, fantasias, desenha e compõe sambas-enredo. Seu apelido vem da época em que era paraquedista do exército.
Um multimídia dos anos 1930, 40, 50… dos 2000.

Confira aqui o registro completo.

episódio 10
 

Mestre Renato

É na Linha Solidão, em Maquiné, que mora Mestre Renato, mestre de terno de reis e luthier de violas, violões, violinos, cavaquinhos e bandolins. Em 2009 recebeu o Prêmio Culturas Populares Dona Isabel, iniciativa do Ministério da Cultura. O seu Terno de Reis vem desde a época de seus avós e agora descansa em suas memórias, sem continuidade dos mais novos.

Confira aqui o registro completo.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Acesse

  • Grey Facebook Ícone
  • Cinza ícone do YouTube
  • Grey SoundCloud Ícone
  • Grey Instagram Ícone

GEMA é um projeto idealizado e realizado por

2019. Todos os direitos reservados.